Formação de PH em NR13 - Aulas práticas

NR 35

NR 35 (Trabalho em Altura)

Carga Horária: 08 Horas

NR 35



Objetivo do Curso:

Atender os requisitos da NR 35 (Norma Regulamentadora) referente a capacitação do trabalho em altura para trabalhadores, que eventualmente ou não, realizem trabalhos em altura sob riscos de queda, mesmo, havendo fornecimento de EPI’s, estabelecendo os requisitos e condições mínimas para prevenir a ocorrência de acidentes na execução desses serviços. 


Público Alvo:

Todos os profissionais com atividade e/ou responsabilidades profissionais ligadas a essa área ou que atuem em altura onde haja risco de queda, tais como: limpeza e/ou manutenções em telhados, colunas, vigas, reservatórios, lajes, passarelas, plataformas elevatórias, andaimes, pontes rolantes, balancins, cadeiras suspensas entre outros.


Pré-requisitos:

Ensino Fundamental -1º Grau.


Conteúdo:

Introdução ao serviço de Trabalhos em Altura;

Responsabilidades das empresas e empregados;

Planejamento, Organização e Execução;

Equipamentos de Proteção Individual e Acessórios;

Sistemas de Ancoragem;

Emergência e Salvamento;

Análise de Risco e prevenção;

Permissão de Trabalhos em Altura;

Andaimes e Plataformas de Trabalho;

TABELA DE PREÇOS  DE TREINAMENTOS


NR35

VALOR  INDIVIDUAL

R$350,00

MÍNIMO 10 COLABORADORES

R$150,00 (Por Participante)

IN COMPANY

Solicitar Proposta Técnica

***Os valores acima referem-se a  treinamentos na sede do CFP, na cidade de Araraquara/SP

Foi emitida Nota Técnica nº 283/2016 pelo Ministério do Trabalho (MTE) se posicionando contra a realização de treinamentos à distância (Modalidade de Ensino a Distância - EaD) para os treinamentos previstos# nas Normas Regulamentadoras NR-10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade, NR-12 - Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos, NR-13 - Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulações, NR-33 - Segurança e Saúde no Trabalho em Espaços Confinados e NR-35 - Trabalho em Altura.

Um dos assuntos abordados na Nota Técnica, é de que o Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho - DSST do MTE, tem o entendimento de que para alguns tipos de atividades que envolvem grande risco e demandam atuação essencialmente prática do profissional não se pode adotar a modalidade de ensino a distância.

A conclusão final da Nota Técnica é expressada da seguinte forma: "Portanto, até que a questão venha a ser amplamente discutida e definida pela instância responsável pela construção das Normas Regulamentadoras, entende-se, por cautela, não ser viável a adoção de treinamentos na modalidade a distância para as capacitações previstas na NR-10, na NR-12, na NR-13, na NR-33 e na NR-35."

Faça seu cadastro para mais informações:


Mais matérias nesta categoria: « NR 33 Treinamento ASME IX »

2 Comentários

  • Comente! Bradley Ter, 27 de Outubro de 2015 07:58 Por Bradley

    Achei muito interessante este artigo. Vou fazer minha matricula e indicar para meus amigos. Obrigado!

  • Comente! Coordenador  de Cursos Ter, 18 de Agosto de 2015 17:03 Por Coordenador de Cursos

    Próximas turmas inicio em 03/10/2015 e 28/11/2015.
    Araraquara, Pederneiras e Uberlândia.
    Matriculas pelo site.
    att
    Equipe CFP.

Deixe um comentário

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
HTML básico é permitido.

Cadastro de Empresas e Profissionais

Empresas: qualifique seus soldadores!

qualifique seu soldador

O termo "Qualificação" significa que um soldador ou operador de soldagem cumpre com os requisitos de uma determinada norma/procedimento e está qualificado para executar soldas, no âmbito desta norma/procedimento...

Saiba Mais