Formação de PH em NR13 - Aulas práticas

Inspeção

Inspeção

Inspeção (3)

Sex, 16 de Março de 2012 12:59

NR 12 (Máquinas e Equipamentos)

Por Administrator

Nr 12

Carga horária: 08 horas.

Público-Alvo:

O curso é destinado aos profissionais que desejam atuar ou atuam nas áreas de segurança do trabalho para adequação e controle de equipamento e máquinas em seu local de trabalho em acordo com a NR 12, a profissionais liberais, supervisores de áreas fabris, operadores de máquinas e equipamentos, desenvolvedores de máquinas e equipamentos, fabricantes, vendedores de máquinas e equipamentos


Objetivo:
É habilitar todos profissionais da área de segurança do trabalho, operação e manutenção para o atendimento de todos os pontos exigido pela nova Norma Regulamentadora NR -12, na identificação dos riscos, tipos de proteção, cuidados, inspeções, operação segura do equipamento e da capacitação do operadores. Este curso também visa os profissionais da área de segurança do trabalho que estão buscando entender mais sobre a norma, e que desejam elaborar os seus próprios materiais para treinamentos em suas empresas.


Pré-Requisitos:
É recomendável que o profissional a ser treinado possua alguma experiência na área fabril de Máquinas e Equipamentos  e que tenham pelo menos cursos técnicos na área  de segurança do trabalho, mecânica, metalurgia ou construção civis, porém a comprovação da escolaridade não é um pré-requisito para o candidato participar do curso.

Áreas de atuação profissional:

O profissional poderá atuar em diversas áreas dentre elas: petrolífera e petroquímica, papel e celulose, caldeiraria, metalúrgica, eletromecânica, mecânica pesada, naval, siderúrgica e etc.


Programa Resumido:

MÓDULO 1.

Terminologia - definições

Identificação dos riscos

Distâncias de Segurança

Proteções mecânicas

Dispositivos eletro eletrônicos

Manutenção preventiva e preditiva

Valores:

TABELA DE PREÇOS  DE TREINAMENTOS

 

NR 12 (Máquinas e  Equipamentos)

VALOR  INDIVIDUAL

R$680,00

MÍNIMO 10 COLABORADORES

R$320,00  (Por Participante)

IN COMPANY

Solicitar Proposta Técnica

***Os valores acima referem-se a  treinamentos na sede do CFP, na cidade de Araraquara/SP

 NOTA:

Foi emitida Nota Técnica nº 283/2016 pelo Ministério do Trabalho (MTE) se posicionando contra a realização de treinamentos à distância (Modalidade de Ensino a Distância - EaD) para os treinamentos previstos# nas Normas Regulamentadoras NR-10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade, NR-12 - Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos, NR-13 - Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulações, NR-33 - Segurança e Saúde no Trabalho em Espaços Confinados e NR-35 - Trabalho em Altura.

Um dos assuntos abordados na Nota Técnica, é de que o Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho - DSST do MTE, tem o entendimento de que para alguns tipos de atividades que envolvem grande risco e demandam atuação essencialmente prática do profissional não se pode adotar a modalidade de ensino a distância.

A conclusão final da Nota Técnica é expressada da seguinte forma: "Portanto, até que a questão venha a ser amplamente discutida e definida pela instância responsável pela construção das Normas Regulamentadoras, entende-se, por cautela, não ser viável a adoção de treinamentos na modalidade a distância para as capacitações previstas na NR-10, na NR-12, na NR-13, na NR-33 e na NR-35."


Faça seu cadastro para mais informações:

Carga Horária: 48 Horas


Objetivo do Curso:

Aborda a legislação e os procedimentos de inspeção para Caldeiras e Vasos de pressão. O curso também é baseado na NR-13, nas normas da ABNT, nos Códigos ASME e outros procedimentos complementares para dar  subsídios aos participantes para solucionar problemas com projetos, especificações, inspeções técnicas, documentação.

Durante o curso será simulada a inspeção de um vaso de pressão com elaboração de relatório de inspeção e formação completa de um prontuário do vaso, com a finalidade de fornecer modelos que atendam a quaisquer tipos de equipamento.


Público-Alvo


Engenheiros, Técnicos, Inspetores, Empresas de Engenharia e Usuários de vasos de pressão envolvidos com projetos, fabricação, manutenção, inspeções e reparo de vasos de pressão.


Quem é o inspetor de Caldeiras e Vasos de Pressão?

É o profissional que possui conhecimentos teóricos e práticos para avaliar a integridade das Caldeiras e Vasos de pressão para determinar sua vida remanescente e novos prazos máximos para inspeção, caso ainda estejam em condições de uso.

Pré-Requisitos

É recomendável que o profissional possua alguma experiência na área de engenharia mecânica, área de controle de qualidade, e/ou metalurgia, porém a comprovação da escolaridade não é um pré-requisito para o candidato participar do curso.

Áreas de atuação profissional

O profissional poderá atuar em diversas áreas dentre elas: petrolífera e petroquímica, papel e celulose, caldeiraria, metalúrgica, eletromecânica, mecânica pesada, naval, siderúrgica nas quais possuem caldeiras e vasos de pressão em suas plantas fabris.

Programa Resumido:

MÓDULO I: Processos, Legislação e normalização;

Processamentos Químicos; Segurança Industrial; Qualidade; Proteção Ambiental; Aspectos Legais da Inspeção de Equipamentos; Papel da Inspeção de Equipamentos nas Organizações; Normalização Técnica. 

MÓDULO II: Ensaios  aplicados - considerações gerais; 

Metalurgia e Materiais Metálicos; Metalografia; Ensaios Mecânicos; Soldagem; Materiais Não Metálicos; Refratários e Isolantes.

MÓDULO III: Avaliações diversa;

Corrosão e Monitoramento da Corrosão; Proteção Catódica, Avaliação de Taxas de Corrosão; Pintura e Revestimentos Não Metálicos; Avaliação de Vida Residual; Revestimentos Metálicos; Tratamento de Água e Inibidores de Corrosão; Causas de Deterioração de Equipamentos.

MÓDULO IV: Noções de Ensaios Não destrutivos aplicados - considerações gerais;

Inspeção Visual; Líquido Penetrante; Partículas Magnéticas; Medição de Espessura; Ultrassom; Radiografia;  Fotografia; Termografia; Estanqueidade.

MÓDULO VI: Caldeiras/Vasos de Pressão - considerações gerais;

Vasos de Pressão; Permutadores de Calor, Tanques de Armazenamento; Tubulações e Dutos, Caldeiras; Fornos; Válvulas de Segurança; Torres de Refrigeração; Inspeção de Fabricação; Relatórios de Inspeção.

MÓDULO VII: Documentações pertinentes - considerações gerais;

Análise de documentação, Execução de Fluxograma de Engenharia, Análise dos Mecanismos de Danos, Análise de Potenciais Falhas de Risco, Elaboração e Execução do Plano de Regularização, Elaboração e Supervisão do Plano de Inspeção, Verificação e Criação de Prontuário, Planejamento de Inspeções Regulares e relatórios

Obs: Aula prática de Cálculo de PMTA em Vaso de Pressão, conforme alteração na norma NR 13 de Novembro 2017;

Coordenador/Professor

Engº. Mecânico: Mauricio A.Antunes / CREA/SC 22607-2


Faça seu cadastro para mais informações:


Sex, 16 de Março de 2012 12:46

Inspetor de Dutos Terrestres

Por Administrator


Inspetor de Dutos Terrestres Nível 1

Carga Horária: 160 horas

Inspeção de Dutos em campos

Objetivo do Curso:

Fornecer aos participantes conhecimentos teóricos e práticos para a execução de atividades de inspeções de Dutos e para a obtenção da qualificação como Inspetor de Dutos Nível 1, pelo Sistema Nacional de Qualificação e Certificação SNQC-IS (FBTS) na qual  está baseada no procedimento geral da Petrobras – PG-25-SEQUI/CI-047, em  atendimento também à norma ABNT - 16049/2012.


Público-Alvo:
Profissionais que desejam trabalhar na área de construção e montagem de dutos terrestres e seus complementos ou reabilitação de gasodutos ou oleodutos.

Quem é o Inspetor de Dutos?
Profissional que possui conhecimentos necessários nas etapas de construção de um gasoduto ou oleoduto, tais como: abertura de pista/vala, desfile,  pintura e revestimento de tubos, abaixamento de colunas,   tubulação e acessórios, limpeza do duto, obras especiais, teste hidrostático, entre outras.

Especificações Técnicas


Pré-Requisitos:

É recomendável que o participante tenha experiência profissional em atividades de construção e montagem de dutos terrestres ou reabilitação de dutos e requisito obrigatório ter diploma de Técnico de Nível Médio nas seguintes modalidades: mecânica, civil, edificações, naval, metalúrgica, soldagem, estradas, agrimensura, elétrica ou eletrônica, ou curso superior na área tecnológica, estando devidamente regularizado junto ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA).

Áreas de atuação profissional:

O profissional poderá atuar na área de construção de e montagem de dutos terrestres e seus complementos.

Sistema de qualificação:

O aluno poderá solicitar a qualificação junto ao SNQC/DUTOS – Sistema Nacional de Qualificação e Certificação/FBTS.

Conteúdo Programático,  composto de 30 disciplinas teóricas e aula prática de medição:

  • Cálculo, Unidades de Medidas Lineares, Angulares e Arredondamentos;
  • Noções de Física;
  • Soldagem e inspeção ;
  • Interpretação de Desenho Técnico;
  • Ensaios Não Destrutivos;
  • Equipamentos Típicos de Construção e Montagem;
  • Metrologia:  Instrumentos básicos, Práticas de Medição e Leitura;
  • Aparelhos/ Testes para dutos, Práticas de Medição e Leitura;
  • Travessias, Obras Especiais, "Tié-ins" e furo Direcional;
  • Acessórios de Tubulação;
  • Tubos;
  • Instalação de PTE e Leitos de Anodos;
  • Válvulas;
  • Limpeza, Calibre de Dutos, Teste Hidrostático e condicionamento;
  • Pintura; Inspeção e Teste no Revestimento Externo Anticorrosivo após a Cobertura;
  • Revestimento Externo/ Interno;
  • Documentação Técnica e Registro de Resultados;
  • Concreto - Tubo / Base;
  • Sistema de Qualidade;
  • Topografia, Locação e Marcação;
  • Distribuição de Tubos;
  • Curvamento de Tubos;
  • Abertura de Pista;
  • Cruzamento;
  • Abaixamento de Coluna;
  • Construção e Montagem de Complementos Abertura de Vala;
  • Cobertura;
  • Segurança, Meio Ambiente e Saúde Ocupacional;

Faça seu cadastro para mais informações!

Cadastro de Empresas e Profissionais

Empresas: qualifique seus soldadores!

qualifique seu soldador

O termo "Qualificação" significa que um soldador ou operador de soldagem cumpre com os requisitos de uma determinada norma/procedimento e está qualificado para executar soldas, no âmbito desta norma/procedimento...

Saiba Mais